Por que você deveria investir na carreira de médico empreendedor

O empreendedorismo tem importante papel na sociedade. Veja como um médico empreendedor gera benefícios e diferenciais competitivos

Embora o curso de Medicina não prepare seus alunos para a gestão de um negócio, sabemos que o médico empreendedor está cada vez mais presente no mercado de trabalho. Esse profissional está aberto a novos desafios e abrem a sua própria empresa.

Dessa forma, quem está buscando abrir o próprio negócio precisa investir no estudo de empreendimentos. Quer saber mais sobre essa nova área de atuação? Então, continue conosco.

O que é um médico empreendedor?

O médico empreendedor deixa de atuar apenas na área da saúde, para entrar no ramo de gestão. O empreendedorismo acontece quando alguém tem a iniciativa de implementar novos negócios ou mudanças na empresa. Esse conceito é muito utilizado no âmbito empresarial para determinar a criação de empresas ou produtos ligados a inovações.

No setor organizacional, ganha destaque quem busca fazer diferente e traz propostas inovadores para o mercado. Por isso, se você está interessado nessa área é preciso pesquisar, entender melhor as necessidades do público e o que é possível trazer de inovador.

Por que empreender na área da Medicina tem se tornado uma necessidade?

Na área da saúde, o empreendedorismo é essencial, pois cria serviços que podem ser oferecidos para a saúde das pessoas. E como esse ramo requer inovação existem diversas possibilidades para esses profissionais explorarem. O que importa nesse caso é ser moderno e construir uma empresa que irá favorecer os pacientes.

Nesse contexto, é possível iniciar a criação de policlínicas, clínicas e centros de diagnóstico por imagem. Além dessas opções mais tradicionais, você pode inovar e apostar em novas tecnologias, como as que apresentamos a seguir.

Aplicativos de assistência

Nesses aplicativos, os pacientes podem agendar consultas e criar lembretes para tomar medicamentos. Além disso, eles oferecem orientação médica e farmacêutica, recebem guias de medicações e até criam um histórico médico.

Dispositivos de monitoramento

Já andamos cheios de apetrechos acoplados ao nosso corpo. Então, imagine se eles pudessem registrar e monitorar a nossa saúde. Sendo assim, relógios, pulseiras, brincos, cintos e colares podem medir a pressão cardíaca, a temperatura do corpo e até as atividades neurais.

Plataformas de telemedicina e atendimento

Novos softwares e plataformas permitem o atendimento, as consultas, a verificação do prontuário e até o acesso aos laudos e exames. Dessa forma, isso facilita tanto a vida dos médicos quanto dos pacientes.

Realidade virtual e aumentada

Essas representações permitem que as práticas clínicas fiquem mais reais. Isso é possível devido ao investimento na tecnologia, que está se tornando um dos grandes diferenciais do estudo e formação de Medicina.

Como o empreendedorismo pode ser um diferencial competitivo para o médico?

Os médicos empreendedores que abrem um negócio próprio podem aproveitar maior liberdade profissional. Ou seja, eles têm o poder de definir horários de funcionamento, a equipe e o setor de atuação.

Dessa forma, esses profissionais causam um impacto no mercado de hospitais e clínicas, por criarem uma concorrência na região. Então, o empreendedorismo médico permite:

  • conquistar novos conhecimentos e habilidades de gestão de equipe;
  • oferecer diferentes abordagens das especialidades médicas;
  • criar um vínculo mais próximo entre médico e paciente.

Por que se preocupar com isso?

Com o desenvolvimento de novas tecnologias, levar a informação para as pessoas ficou ainda mais prático. Nas redes sociais, recebemos conteúdos de diferentes espaços, sejam eles de influenciadores digitais, anúncios, instituições de ensino e até jornais online. Por isso, diferenciar-se na profissão é essencial.

Em todos os hospitais e clínicas, encontramos diferentes médicos, mas o que podemos trazer de novo nessa relação? Como podemos oferecer uma experiência melhor para os pacientes? É hora de pensar diferente!

O pensamento estratégico possibilita que os gestores identifiquem oportunidades e criem um planejamento para chegar até lá. Sabemos que todos os negócios nascem de um objetivo. Sendo assim, esses especialistas costumam ter como foco levar informação de qualidade, serviços de primeira e oferecer o melhor acolhimento para os clientes.

Como ser médico e empresário?

Você tem uma ideia inovadora que vai revolucionar o atendimento dos pacientes? Anote tudo que pensou, porque isso pode se tornar o seu negócio.

Durante o curso de Medicina, os alunos tendem a aprender pouco sobre gestão em saúde, empreendedorismo e administração. O foco é mais direcionado para o auxílio, no tratamento e cuidado das pessoas. No entanto, para ter uma empresa própria é preciso muito mais do que isso. Então, para alcançar esse sonho, você pode seguir neste caminho:

  • conheça a necessidade dos pacientes e o que eles precisam;
  • faça uma pesquisa sobre o mercado em que você quer atuar;
  • comece cursos de administração;
  • entenda sobre as novas tecnologias;
  • busque pontos inovadores;
  • tenha parcerias na área;
  • crie um planejamento estratégico;
  • contrate profissionais das áreas que você não domina;
  • divulgue seu trabalho e a inovação do seu negócio;
  • tenha o controle financeiro das contas.

Conseguiu perceber como esse trabalho é muito maior do que apenas registrar uma empresa? Existe uma série de processos que você precisa conhecer. Por isso, tenha a organização sempre em mente.

O que você precisa saber para ser médico empreendedor?

Empreender sem planejamento é o erro que faz com que as empresas fechem e nem sobrevivam ao seu primeiro ano. Por isso, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) destaca que com um projeto é possível evitar os erros e reconhecer as vantagens do negócio. Assim, chegamos com mais confiança ao mercado.

Contudo, se você deseja obter sucesso é importante se preparar, antes de criar seu CNPJ. Confira esta lista com 5 tópicos que você precisa saber:

  • tenha em mente se empreender é o seu objetivo;
  • aprenda sobre empreendedorismo;
  • monte o planejamento para fazer a companhia acontecer;
  • identifique o diferencial do negócio que irá criar;
  • junte o capital necessário para abrir a empresa.

Empreender na área da Medicina não é só ter uma ideia revolucionária, pois também é preciso investir tempo, dinheiro, estudo e dedicação. Só assim as chances de sucesso serão maiores. O médico empreendedor precisa, então, ter conhecimento disso e se planejar para fazer com que o tão sonhado negócio dê certo.

Agora que você já sabe como seguir no empreendedorismo, veja também por que vem aumentado o número de startups em Health Tech no Brasil e a opinião de especialistas sobre o assunto.01

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top